Publicado por: BAMBA GRAVAÇÕES | Fevereiro 4, 2011

Reforma no Augusto Severo começa no próximo dia 21

As obras de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Augusto Severo deverão começar no dia 21 deste mês, voltadas a proporcionar um ambiente mais adequado para aqueles que chegam e saem de Natal por via aérea, a partir do final deste ano. Entretanto, até que a obra esteja concluída – provavelmente em dezembro – os passageiros e funcionários do terminal serão obrigados a conviver com os transtornos inerentes a esse tipo serviço, como poeira, barulho e o recebimento constante de diferentes tipos de produtos.

O contrato que viabiliza a execução da reforma, orçada em R$ 16,4 milhões, foi assinado na manhã de ontem, por representantes da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), da Cima Engenharia e do Governo do Estado.

De acordo com o superintendente regional da Infraero Nordeste, Fernando Nicácio, quando a reforma estiver concluída, as salas de embarque passarão da atual capacidade de receber 808 passageiros por hora para um volume de 1.341 pessoas no mesmo período. Ao mesmo tempo, as salas de desembarque sairão de uma demanda de 738 passageiros a cada hora, para 1.225 passageiros no período. Já no terminal de passageiros, poderão ser atendidas 2,5 mil pessoas por hora,o que significa um incremento de 1 mil passageiros. “Em 11 anos, será a primeira reforma de impacto do Augusto Severo. O projeto compreende desde a automação à estrutura física”, diz.

Nicácio ressalta que as modificações serão importantes para receber a crescente demanda de passageiros no aeroporto, que entre 2009 e 2010 cresceu 27%, com um fluxo de 2,4 milhões de pessoas ao longo do ano passado.

Em relação aos transtornos que serão provocados pela obra, o superintendente no Nordeste explica que as dificuldades serão minimizados, com a reforma sendo desenvolvida por etapas. Apesar disso, como não será possível suspender o funcionamento do terminal ao longo de 2011, naturalmente, haverá problemas aos usuários do Augusto Severo. “Fazer uma obra, continuando dentro de casa, não é fácil”, analisa.

Entre as prioridades da reforma estão a ampliação do terminal de passageiros, a substituição do sistema de ar condicionado, a criação de dez novos balcões de check-in e a recuperação da estrutura metálica.

Governo

Na avaliação do secretário Estadual de Turismo, Ramzi Elali, as modificações no Augusto Severo trarão benefícios significativos aos usuários, mas é importante também haver empenho para acelerar a construção do Aeroporto de São Gonçalo. “Essa obra, realmente, não é o que o nosso estado merece. O RN merece o Aeroporto de São Gonçalo e estamos trabalhando para que ele se concretize. Mas no momento, será importante para turistas e para a parcela da população potiguar que se locomove por via aérea”, ressalta.

Para Elali, caso a obra não se concretize até dezembro, utilizar o aeroporto em janeiro de 2012 “será um sufoco”.

Está prevista para hoje, uma reunião entre a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e a governadora Rosalba Ciarlini, para discutir as dívidas remanescentes das desapropriações na área onde será erguido o Aeroporto de São Gonçalo.

Obra é a primeira “pública” da Cima no NE

O engenheiro responsável pela reforma e que representou a Cima Engenharia durante a assinatura do contrato, Ciro Cima, conta que a empresa foi fundada há mais de 30 anos, na cidade paranaense de Cascavel.

A Cima Engenharia chegou a Natal no final de 2010 e já deu início a um empreendimento residencial, no bairro de Lagoa Nova, que terá 21 pavimentos. Também para este ano, além da reforma do aeroporto Augusto Severo, a construtora pretende lançar outro empreendimento residencial, desta vez no bairro do Tirol. “A reforma do aeroporto de Natal é a primeira obra pública que seja desenvolvida pela Cima no Nordeste, mas no nosso currículo estão o prédio da Receita Federal em Florianópolis e diversas outras, entre federais, estaduais e municipais”, detalha o engenheiro.

De acordo com Ciro Cima, a construtora irá gerar 150 empregos diretos no território potiguar, dentro dos próximos 30 dias, além das contratações de empresas terceirizadas. Ele afirma que 99% dessa mão de obra será local. “Ao longo de dois ou três anos, serão de 400 a 500 empregos, sem contabilizar os terceirizados”, prevê.

Em relação às vagas geradas pela empresa, o engenheiro conta que 95% já estão preenchidas e estão faltando apenas alguns detalhes, como orçamentos para finalizar negociações junto a empresas prestadoras de serviço.

Para quem se interessar pelos empregos gerados pela Cima, o engenheiro disponibiliza o telefone 3086-8866, como contato do escritório de Natal. O contato pode ser feito ainda pelo e-mail da empresa (cimanatal@cimaengenharia.com.br).

memória

Durante a II Guerra Mundial, mesmo com o intenso movimento aéreo em Parnamirim, a base aérea não contava com um terminal de passageiros. A Estação de Passageiros da Base Aérea de Natal foi inaugurada em 23 de outubro de 1946. Seis anos depois, a estação foi elevada à condição de Aeroporto Internacional Augusto Severo.  Em 1980, foi inaugurada a primeira grande reforma, através da qual foram construídos equipamentos como um novo salão de espera, restaurante e estacionamento. No mesmo ano, a administração foi assumida pela Infraero. Em 1999, foi iniciada a construção do atual terminal de passageiros, inaugurado em dezembro de 2000. Após a obra, as antigas instalações passaram a ser utilizadas pela administração.

bate-papo – Fernando Nicácio » superintendente da Infraero Nordeste

Há prioridades na obra do Aeroporto Augusto Severo?

A obra é toda etapiada e nós temos diversas ações que vão correr paralelamente. Mas, por exemplo, o sistema de ar condicionado e a criação dos novos 10 balcões de check-in são prioridades.

A estrutura do aeroporto não ficará obsoleta após a construção do Aeroporto de São Gonçalo?

De forma alguma. Mesmo se o aeroporto vier a sair das instalações atuais, precisamos estar com uma estrutura adequada para receber o novo negócio, seja ele comercial ou mesmo passar a infraestrutura para a atividade da Aeronáutica. Este é um prédio importante, em uma área importante, que terá um destino adequado no futuro.

Quais são as perspectivas do Augusto Severo, depois de 2013?

Isso está em estudo, pela diretoria executiva da Infraero, para sabermos exatamente que caminho será tomado após a construção em São Gonçalo.

O engenheiro responsável por gerenciar as obras do Aeroporto de São Gonçalo, pela Infraero, afirmou recentemente que a pista deverá ficar pronta em 2013. O aeroporto ficará pronto para a Copa?

A gente tem que segmentar a obra do complexo aeroportuário como um todo. A Infraero está fazendo a pista e pátio de manobras e algo em torno de 80% está pronto. Além disso, se houvesse definição da empresa que irá construir o terminal de passageiros, isso já poderia ser iniciado e não geraria qualquer conflito.

Por Tribuna do Norte



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: